REALESE:

 

Com o incômodo de passar pelas ruas da cidade em dia de coleta de lixo e observar a quantidade de materiais que poderiam ser reciclados e não são, surge o tema deste stand: Reutilizar antes de reciclar.

 

Muitas pessoas tem preguiça de levar o lixo reciclável até o ponto de coleta. Logo, já que as pessoas não levam o material reciclável, a ideia é propor reuso de materiais do cotidiano para que não seja desperdiçado o luxo do lixo das embalagens.

 

Designers gastam horas pensando nas embalagens dos produtos para depois de consumidos serem jogados fora. Então por que não aproveitar esta arte e reutilizar a embalagem para decoração em área externa já que muitos produtos podem resistir a intempéries?

 

Um sofá jogado indevidamente na esquina ou uma mesa que está sem a tampa podem e devem ser reutilizados. A arte está nos olhos de quem vê. Logo, tornar-se peça de decoração de jardim faz parte da essência dela!

 

Garrafas em cima da mesa de um bar, juntadas ou digamos, penduradas com a leveza e resistência do fio de nylon que demora 30 anos para se decompor, ganham um novo uso ao se unirem e transformarem em cortina de vidro.

 

Mas onde pendurá-las? Proporcionar o mesmo uso, mas em local diferente ao usual foi assim que surgiu a proposta da estrutura de aço em forma de portal.

 

Água é um recurso finito e muito precioso então um espelho d´água “fake” feito pastilhas de vidro para dar o efeito almejado foi à solução.

 

Pinhas no chão possuem uma volumetria interessante que formam um tapete natural no espaço urbano, logo, transportá-las para o stand foi à distância do “pinheiro mais próximo.”

Reutilizar antes de reciclar

 

Alinhado com a cultura da empresa "sustentabilidade através do reuso" criamos nosso stand na Fiaflora 2011 com área de 25m².

Fotos Studio Rebizzi

Sustentabilidade

A visita a uma loja de ferros usados foi o “achado” e transformar o material encontrado em objetos de decoração para área externa foi só a adaptação.

 

Pallets e caixote de madeira comumente encontrados na logística de qualquer produto puderam se transformar em um sofá ao receberem os devidos acessórios. Almofadas com sobras de tecido náutico que são utilizados para tapeçaria de iates podem ter um novo uso.

 

A escolha da vegetação ornamental foi estratégica visando à volumetria almejada do stand. Com o objetivo de proporcional permeabilidade visual para análise do todo.

 

A quantidade de três unidades, sempre que possível, da mesma espécie teve como foco os 3 “R”s da reciclagem: reduzir, reutilizar e reciclar.

 

O uso de baldes ou bacias no lugar de vasos é para mostrar que pode se adaptar um recipiente para este fim.

 

Ao receber iluminação LED RGB, pode-se mudar a paisagem apenas com as cores.

 

E finalmente, como diria o velho ditado: “Quem não aguenta bebe leite!”

O revestimento do piso é feito com caixinhas Tetra Pak...

 

Com isto, chamamos a atenção para o reuso antes da reciclagem que consome recursos (naturais ou financeiros) para gerar um novo produto ecologicamente correto.

 

Pense nisto!

 

Confira nosso vídeo no YOUTUBE:

Agradecimentos a Luxsim Iluminação, Bar Metrópolis, Flora Bom Jardim Alegre e aos amigos que consumiram leite e suco em caixinhas!